Articles

 



Enfermeiro do Trabalho

- Profissional de Enfermagem - Nível Superior ( 3º grau)
- Classificado pelo COFEN no Quadro I - Lei 7.498/86 e Decreto nº 94.406   - Art. 8 .

 
Quadro I

- Portador do Certificado de Especialização   em Enfermagem do Trabalho
- Enquadrado nos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), através da Portaria MTE nº 3214 de 08/06/1978, NR4 art. 4.4 item 4.4.1 alínea c.
 
Técnico de Enfermagem do Trabalho
- Profissional de Enfermagem  -  Nível Médio Técnico ( 2º grau)
- Classificado pelo COFEN no Quadro II - Lei 7.498/86 e Decreto nº 94.406/87 - Art. 10
- Portador do Certificado de Conclusão do Curso de Especialização Técnica de Nível Médio -  Técnico de Enfermagem do Trabalho
- Enquadrado nos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), através da Portaria MTE nº 3214 de 08/06/1978, NR4 art. 4.4 item 4.4.1 alínea d.
 
Auxiliar de Enfermagem do Trabalho
- Profissional de Enfermagem – Ensino Fundamental
- Classificado pelo COFEN no Quadro III - Lei 7.498/86 e Decreto nº 94.406 - Art. 11
- Portador do Certificado de Conclusão do Curso de Especialização Técnica em Nível Médio -  Auxiliar de Enfermagem do Trabalho
- Enquadrado nos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), através da Portaria MTE nº 3214 de 08/06/1978, NR4 art. 4.4 item 4.4.1 alínea d.
 

Cursos de Especialização - Conteúdos Sugeridos

Obs.: O conteúdo programático deverá ser adequado às características regionais.

Após a realização dos cursos de especialização, os profissionais de Enfermagem poderão atuar nas empresas como integrantes dos Serviços Especializados em Engenharias de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), de acordo com a Portaria MTE nº 3214 de 08/06/1978, NR4 e da Lei 7.498/86 e Decreto 94.406/87, que regulamentam o Exercício da Profissão da Enfermagem.

Enfermeiro do trabalho


CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO: 360 horas ( NO MÍNIMO)   


1. ENFERMAGEM DO TRABALHO
Disciplina que coloca o discente em contato com as questões da Enfermagem do Trabalho visando a prevenção, promoção e recuperação à saúde do trabalhador.
 
2. SEGURANÇA DO TRABALHO
Estudo das seguintes Normas Regulamentadoras:
NR-4, NR-5, NR-9, NR-15 E NR-23 da Portaria nº 3214/78 do Ministério do Trabalho e Emprego.
 
3. METODOLOGIA DA PESQUISA
Estudo dos principais elementos construtivos da metodologia da pesquisa científica.
 
4. BIOESTATÍSTICA
Informar a aplicabilidade da bioestatística de saúde, assim com sua utilidade infocando as fases que a compõe: fases do trabalho estatístico, representação gráfica, medidas de tendência central e medidas de variabilidade. Pretende-se levar o aluno ao atendimento da bioestatística na pesquisa.
 
5. TOXICOLOGIA
Aborda os aspectos básicos da Toxicologia (principais conceitos, legislação, dados de referência, ações de monitoramento, recursos disponíveis na comunidade), enfatizando atuação do enfermeiro do trabalho em uma organização no que se refere a estes assuntos. Técnicas de apresentação para que o aluno possa desenvolver treinamentos necessários visando a preservação da saúde dos trabalhadores expostos aos riscos.
 
6. PSICOLOGIA DO TRABALHO
Disciplina que coloca o aluno em contato com as questões do diagnóstico e da prevenção de males causados por fatores psicossociais, relacionados com a atividade profissional.
 
7. LEGISLAÇÃO E ÉTICA
Aborda os fundamentos e princípios universais da ética, através dos conceitos de moral e ética em enfermagem fundamentados da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
 
8. DOENÇAS OCUPACIONAIS
Aprofundar e atualizar conhecimentos em doenças ocupacionais e doenças relacionadas ao trabalho, antecipando atitudes para promover e preservar a saúde do trabalhador.
 
9. ERGONOMIA APLICADA AO TRABALHO
Disciplina que coloca o aluno em contato com questões relacionadas a ergonomia em processos da área administrativa e de manufatura de uma organização, bem como, possibilita uma associação com seus respectivos problemas e possíveis abordados sobre LER/DORT e os fatores que podem ocasioná-las. NR's 17, 5, 9 e 15.
 
10. EPIDEMIOLOGIA HIGIENE E SANEAMENTO DO MEIO AMBIENTE
Disciplina que coloca o aluno em contato com as questões ambientais emergentes em nosso meio e sua associação com o ambiente de trabalho, buscando melhoria da qualidade de vida aliada ao desenvolvimento sustentável.
 
11. ESTÁGIO
O enfermeiro do trabalho como integrante da equipe de saúde do trabalhador, deve estar familiarizado com o ambiente e jornada de trabalho, equipamentos, substâncias físico química e biológicas. Todas envolvidas no processo produtivo, devendo manter a saúde física e mental do trabalhador.
 

Técnico de Enfermagem do Trabalho


CARGA HORÁRIA: 264 HORAS (no mínimo)

 1. DIRETRIZES POLÍTICAS, LEGISLAÇÃO DO TRABALHO E DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL Introdução à Saúde Ocupacional: histórico, conceituação e sua importância para saúde do trabalhador; Relação da Saúde Ocupacional com a Saúde Pública e aéreas afins. Diretrizes básicas internacionais e nacionais de proteção à saúde do trabalhador. Constituição. Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Legislação de Proteção à Saúde da Mulher e do menor. Benefícios previdenciários. Outra legislação específica e Portarias do Ministério do Trabalho. Equipe de Saúde Ocupacional e legislação do exercícios da Enfermagem do Trabalho
 
2. HIGIENE DO TRABALHO E SANEAMENTO DO MEIO
Introdução à Higiene do Trabalho: conceituação de Higiene e classificação dos riscos no ambiente de Trabalho. Riscos físicos, químicos, biológicos e ergonômicos. Caracterização, conceito, reconhecimento, ocorrência, prevenção, controle e eliminação dos riscos. Resíduos industrias: controle, tratamento ou eliminação. Controle de insetos e roedores. Controle da poluição do ar e águas nos locais de trabalho ou circunvizinhanças.
 
3. EPIDEMIOLOGIA E ESTATÍSTICA APLICADA A SAÚDE DO TRABALHADOR
Definição e uso da Epidemiologia em Saúde do Trabalhador . História natural das doenças: ocupacionais e não ocupacionais. Níveis de prevenção. Noções Gerais de estatística. Coeficientes e índices utilizados em Serviços da Saúde ocupacionais. Registros e apuração de dados.
 
4. CIÊNCIAS SOCIAIS E PSICOLOGIA DO TRABALHO
Introdução às Ciências Sociais. Sociologia e Antropologia para compreensão do Processo. Social do Trabalho. Condições de vida dos Trabalhadores. Processo saúde doença e suas determinações sociais Saúde e Cidadania. Estrutura organizacional da empresa e influências dos estigmas e preconceitos em relação aos problemas de saúde e doenças. Funcionamento organizacional. Relacionamento multidisciplinar. Aspectos psicológicos relevantes para as relações interpessoais na empresa. Técnica de entrevista e de trabalho em grupo Ética com o trabalhador.
 
5. FISIOLOGIA DO TRABALHO E ERGONOMIA
Noções de fisiologia dos sistemas muscular, nervoso, circulatório, respiratório, locomotor e órgãos dos sentidos e sua relação com o trabalho. Trabalho estático e dinâmico. Posturas no trabalho e sua relação com a saúde. Duração da jornada, pausa e turnos de trabalho. Aptidão para o trabalho. Ergonomia; conceito e sua aplicação no trabalho. Fadiga: conceito, causas, efeitos e prevenção.
 
6. SEGURANÇA NO TRABALHO
Evolução industrial e tecnológica Segurança do trabalho: conceituação, aspectos sociais, econômicos biopsicológicos. Acidentes de trabalho: conceituação técnica e legal. Fatores de riscos.
Causas e consequências dos Acidentes de Trabalho. Danos pessoais e materiais. Registro de dados. Proteção individual e coletiva. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Legislação Específica de Segurança.
 
7. DOENÇAS OCUPACIONAIS E TOXICOLOGIA
Estudo de causa e efeito no processo saúde e doença no trabalho. Riscos ocupacionais: físicos, químicos, biológicos e ergonômicos. Caracterização das doenças ocupacionais por sistemas afetados. Agentes tóxicos de acordo com a legislação. Vias de penetração e eliminação. Limites de tolerância e tolerância biológica. Absenteísmo: causas e consequências.
 
8. ORGANIZAÇÃO DE SERVIÇO DE SAÚDE DO TRABALHADOR E ÉTICA PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM
Estrutura organizacional, normas e programas gerais de saúde ocupacional. Atividades específicas do Serviço de Saúde Ocupacional. Estrutura do Serviço de Enfermagem. Composição e atribuições da equipe de saúde. Sistema de registro e controle de dados. Organização de arquivos. Organização do ambiente de trabalho. Noções de planejamento e controle de material específico para atuação na Saúde Ocupacional. Aspectos éticos de Enfermagem.
 
9. ENFERMAGEM DO TRABALHO
Histórico da enfermagem do trabalho no Brasil e atribuições de cada elemento da equipe de enfermagem do trabalho. Atividade de enfermagem nos três níveis de prevenção aplicados nos Programas de Saúde do Trabalhador e Grupos Especiais. Normas e rotinas de enfermagem. Utilização e manuseio dos equipamentos e aparelhos usados nos serviços de saúde do trabalhador. Controle, preparo e esterilização de materiais. Anotações registros e relatórios das atividades de enfermagem do trabalho. Manuseio e controle de arquivos e prontuários. Integração do profissional de enfermagem na equipe de saúde ocupacional. Aspectos nutricionais do Trabalhador. Atendimento de enfermagem em Socorros de Urgência. Técnicas de Educação em Saúde individual e em grupo.
 
10. VISITAS E ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DE ENFERMAGEM EM EMPRESAS
Orientação sobre visitas às Empresas e elaboração de relatórios. Aplicação de Roteiros de observação e questionamentos. Avaliação das visitas e estágio. Registro do aproveitamento.



Auxiliar de Enfermagem do Trabalho


Carga horária: 260 horas  (no mínimo)

 
1. INTRODUÇÃO À SAÚDE DO TRABALHADOR
Introdução à Saúde Ocupacional - histórico, conceituação e sua importância para a Saúde do Trabalhador.
Relação da Saúde Ocupacional com a Saúde Pública e áreas afins.
 
2. ENFERMAGEM DO TRABALHO
Histórico da enfermagem do trabalho e atribuições de cada elemento da equipe de enfermagem do trabalho. Atividade de enfermagem nos três níveis de prevenção aplicados nos Programas de Saúde do Trabalhador e Grupos Especiais. Normas e rotinas de enfermagem. Utilização e manuseio dos equipamentos e aparelhos usados nos serviços de saúde do trabalhador. Controle, preparo e esterilização de materiais. Anotações registros e relatórios das atividades de enfermagem do trabalho. Integração na equipe de saúde do trabalhador. Manuseio e controle de arquivos e prontuários.
 
3. ESTRUTURA AO SERVIÇO DE SAÚDE E DE ENFERMAGEM DO TRABALHO
Estrutura organizacional, normas e programas gerais de saúde ocupacional. Atividades específicas do Serviço de Saúde Ocupacional. Estrutura do Serviço de Enfermagem. Rotinas de Enfermagem. Composição e atribuições da equipe de saúde. Planta física e equipamentos. Sistema de arquivo de dados.
 
4. SEGURANÇA DO TRABALHO
Caracterização, conceituação.
Acidente do Trabalho, causas e consequências, proteção individual e coletiva - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).
Normas Regulamentadoras (NR).
 
5. DOENÇAS OCUPACIONAIS
Caracterização de doenças ocupacionais, causas e consequências.
 
6. HIGIENE DO TRABALHO, SANEAMENTO E MEIO AMBIENTE
Introdução à Higiene do Trabalho, conceituação de Higiene e classificação dos riscos do ambiente de trabalho. Riscos físicos, químicos, biológicos e orgânicos.
 
7. EPIDEMIOLOGIA E ESTATÍSTICA APLICADA
Definições da Epidemiologia. História natural das doenças. Níveis de aplicação das medidas preventivas. História natural das doenças infecciosas, doenças profissionais e dos acidentes do trabalho. Noções gerais de estatística. Coeficiente e índices utilizados. Registro de dados e sua importância no controle de acidentes e doenças.
 
8. FISIOLOGIA DO TRABALHO E ERGONOMIA
Noções de fisiologia do trabalho e sua relação com sistemas orgânicos. Correlação da fisiologia com os aparelhos que utiliza.
 
9. PSICOLOGIA DO TRABALHO E ÉTICA PROFISSIONAL
Comunicação inter pessoal. Comportamento humano nas empresas. Técnicas de entrevistas. Estudo de problemas éticos. Código de ética profissional.
 
10. DIRETRIZES POLÍTICAS E LEGISLAÇÃO TRABALHISTA

Constituição e CLT. Legislação de proteção à saúde da mulher e do menor. Benefícios previdenciários. Outras legislações específicas.
 
11. VISITAS E ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE ENFERMAGEM EM EMPRESAS
Orientação sobre visitas às Empresas e elaboração de relatórios. Aplicação de Roteiros de observação e questionamentos. Avaliação das visitas e estágio. Registro do aproveitamento.
 

Share it!